Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘CUFA’

A gente fortalece pra ser fortalecido

Da esquerda para a direita: Ederson Déka, Yasmin,Samuel e Elberth

Hoje, Sábado, 16 às 14h, o Centro Esportivo e Cultural CUFA Cuiabá (CECC), localizado no bairro São João Del Rey, teve o prazer de receber  três (3) novos comunicadores: Yasmin Garcia (18), Elberth Costa (17) e Samuel de Oliveira (24), juntos integram agora a equipe de Comunicação da CUFA Cuiabá.

O mediador desta primeira reunião com estes novos comunicadores foi; Ederson Déka, professor e midialivrista da CUFA Cuiabá.

Impressões dos jovens

“Pra mim foi um prazer conhecer e começar a fazer parte dessa equipe, e assim adquirir experiências na área  da comunicação!”,disse a jovem Yasmin.

Elberth Costa comentou: ‘’ estou muito grato por ser um dos comunicadores desta instituição, pois  o nosso lema é:  A gente fortalece pra ser fortalecido’’.

“Entendo que Cuiabá é carente de pessoas interessadas em militar em prol da melhoria de nossa cultura,por isso, estamos juntos nessa luta, e atuar como comunicador será uma de minhas contribuições tanto para a CUFA Cuiabá quanto para a comunidade geral”, reforçou Samuel de Oliveira.

Quer ser também um comunicador?

Aqueles que tiverem o interesse de colaborar com a Equipe de Comunicação da CUFA Cuiabá é só entrar em contato conosco:

Fone: (65) 3667-0421

e-mail: favelacomunicacao@gmail.com

 

Read Full Post »

Jornalistas,comunicadores, fotógrafos,videomakers e interessados na área estão todos convidados a se inscrever

A equipe de Produção do Grito Rock Cuiabá 2012 está com as inscrições abertas  para aqueles que estiverem interessados em fazer a cobertura de Imprensa e participar da cobertura colaborativa, do maior festival independente da América Latina,que acontece este ano em mais de 200 cidades e 15 países.

Imprensa

Os interessados em participar da cobertura do Grito Rock Cuiabá 2012 deverão fazer o seu cadastro em duas modalidades: Imprensa especializada e Colaborativa (fotógrafos, jornalista, videomakers,blogueiros etc). Para participar basta preencher a ficha de inscrição na modalidade o qual você se enquadra para ter acesso aos dois dias de evento,18 e 19 de fevereiro.

Cadastramento

Para fazer sua inscrição na cobertura de imprensa e colaborativa   basta acessar os links abaixo:

Formulário de cadastramento de imprensa aqui

Formulário de cadastramento cobertura colaborativa aqui

Como chegar no local que acontecerá o Grito Rock Cuiabá 2012

O Grito Rock Cuiabá 2012 será realizado pela Central Única das Favelas de Mato Grosso (CUFA-MT), nos dias 18 e 19 de fevereiro no Centro Esportivo e Cultural CUFA (CECC), no bairro São João Del Rei, região sul de Cuiabá.

Informações:

www.cufa.org.br/matogrosso

miccuiaba.wordpress.com

gritorock.com.br

Fone : (65) 9236-9763

Read Full Post »

Projeto Pixaim é uma Tecnologia Social!

Certificado

O que é Tecnologia Social?

Compreende produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade e que representem efetivas soluções de transformação social.

É um conceito que remete para uma proposta inovadora de desenvolvimento, considerando a participação coletiva no processo de organização, desenvolvimento e implementação. Está baseado na disseminação de soluções para problemas voltados a demandas de alimentação, educação, energia, habitação, renda, recursos hídricos, saúde, meio ambiente, dentre outras.

Fonte: www.fbb.org.br

Carta da Fundação Banco do Brasil 

 

O  Projeto Pixaim nasceu em 2009 com oficinas de trança afro,leitura e teatro,que foram desenvolvidas no bairro Alvorada,Cuiabá/MT. A força do Projeto  é tão grande que podemos afirmar que ele é vivo,possui força própria,sempre pautando suas ações no campo da geração de emprego e renda,tendo um recorte bem definido,a Mulher.

Desdobramentos

 Diante do grande potencial do Projeto Pixaim ele gerou outras ações,que podemos chamar de desdobramentos Pixaim. Em 2010  ele se tornou um Ponto de Cultura,reforçando ainda mais suas oficinas de trança,leitura e desta vez, a oficina de confecção de boneca de pano negra.

As ações foram e são desenvolvidas no Centro Esportivo e Cultural CUFA (CECC),no bairro São João Del Rei,Cuiabá/MT.

O segundo desdobramento foi a Caravana Pixaim,que circulou mais de 30 cidades no estado de Mato Grosso,desenvolvendo ações de trança afro,leitura, e apresentação da peça teatral “Cabelo Ruim?”,baseada no livro com  o mesmo nome, da escritora e jornalista Neusa Baptista, livro este que foi doado as escolas visitadas,contabilizando 5.000 exemplares. A Caravana Pixaim foi patrocinada pela Lei Rouanet, e contou com recursos do Grupo André Maggi.

Neste mesmo ano o Projeto Pixaim abriu mais dois campos de atuação: Educação e Beleza. Desenvolveu ações com o Pixaim nas Escolas,levando temáticas fundamentadas na lei 10.639/03,entregou para mais de 1000 alunos o Kit Pedagógico Pixaim (Três bonecas de pano negra,camiseta,livro “Cabelo Ruim” e uma bolsa).

No campo da beleza,participou do Probeleza Cuiabá 2010,2011,um dos maiores eventos do segmento do Brasil, e da III Semana da Beleza do Sesc (2011),Cuiabá/MT,tendo como objetivo apresentar outras possibilidade para arrumação do cabelo crespo,mais direcionado para o público feminino,por meio de oficinas elaboradas pela coordenação do Projeto Pixaim.

Foi a proposta diversificada e transversal do Projeto Pixaim ,que fez dele uma Tecnologia Social.

Read Full Post »

Acesse e vote!

Para votar acesse  votepremioanu.com.br ,você irá preencher um cadastro,logo em seguida terá o direito de votar em três projetos de estados diferentes. Vote e nos ajude a escolher os 3 melhores projetos do Brasil,estes que se destacaram no ano de 2011. As votações começam hoje (5) e se encerram cinco horas antes da entrega da premiação,no dia 28 Fevereiro de 2012

A entrega da premiação acontecerá no dia 28 de Fevereiro no Theatro Municipal do Rio de Janeiro/RJ. Os vencedores estaduais receberão o Anu de Ouro,os nacionais o Anu Preto,grande símbolo da CUFA.

Read Full Post »

Novas possibilidades de uma alimentação saudável

 Por Ederson Déka

Patrícia Martins (Aprosoja) e Karina Santiago (CUFA Cuiabá)

 A Central Única das Favelas de Cuiabá (CUFA Cuiabá) recebeu no CECC (Centro Esportivo e Cultural CUFA), no bairro São João Del Rei, a visita da coordenadora do Programa Agrosolidário, Patrícia Martins,mais conhecida como ‘Tuca’.

Conhecendo a SERICUFA

 Ela conheceu o espaço físico da instituição, os projetos que são desenvolvidos no local e traçou metas para o fornecimento da bebida de soja a CUFA Cuiabá, a bebida será para o consumo das crianças,jovens e adultos  atendidos, cotidianamente,na sede da instituição.

 “A bebida de soja tem um grande potencial nutritivo, mas ela ainda não é consumida como deveria, quando fornecemos esta bebida a uma entidade visamos à saúde e qualidade de vida dos que irão beber, e também possibilitamos a sua divulgação como mais uma fonte nutritiva”, disse Patrícia.

Patrícia Martins falando um  sobre a visita a CUFA Cuiabá e também do Programa Agrosolidário

Read Full Post »

A entidade será uma das entidades beneficiadas na sétima edição do Cuiabá Fashion, o maior desfile de MT que é realizado pela Sala da Mulher da AL

SANDRA COSTA
Assessoria da Presidência

A sétima edição do maior desfile de moda de Mato Grosso, o Cuiabá Fashion, que será realizado pela Sala da Mulher da Assembleia Legislativa no dia 31 de agosto, nas dependências do 44º Batalhão de Infantaria Motorizada (BIMtz), em Cuiabá, neste ano irá beneficiar, com o repasse de 100% da venda dos ingressos, três entidades que prestam serviço social de grande relevância no estado. Entre elas, está Central Única das Favelas (Cufa-MT), uma  instituição sem fins lucrativos que tem trabalho de transformação social na periferia da Capital, pautado em atividades culturais e na busca de políticas públicas a fim de diminuir a vulnerabilidade juvenil.

De acordo com a diretora executiva da Cufa, Karina Santiago, a entidade se configura como um pólo de produção e gestão sócio-cultural, que atua nos mais diversos segmentos da cultura e Cidadania. “A organização contribuiu para formação de uma rede estadual de trabalhos sociais feitos por jovens e para jovens de favelas, utilizando das diversas linguagens como o esporte, a cultura hip-hop e suas diversas formas de expressão. Todas as ações têm como princípios protagonismo, ética, alteridade, empreendedorismo social e justiça”.

A diretora explica que os recursos que serão repassados à entidade, com a venda dos ingressos do Cuiabá Fashion, serão aplicados na melhoria da infraestrutura do Centro Esportivo e Cultural CUFA (CECC), localizada no bairro São João Del Rey e também na compra de materiais para a Sericufa, núcleo Serigráfico que tem por objetivo oferecer cursos nesta área e promover a geração de emprego e renda.  Para Karina, a iniciativa da Sala da Mulher, sob comando de Janete Riva, é de grande importância para Mato Grosso, pois não apenas promove uma ação social, como também dá visibilidade a todas as entidades beneficiadas. “Com isso, fortalece a história, o trabalho e atuação dessas entidades no cenário estadual, podendo também projetá-las indiretamente no cenário nacional, ou seja, uma marca forte, que proporciona sustentabilidade e é um movimento de ação e reação”, avalia.

Janete Riva (vestido vermelho),coordenadora da Sala da Mulher e integrantes da Central Única das Favelas em Mato Grosso (CUFA-MT), ao MT Mamma e as Obras Sociais Anália Franco

HISTÓRIA – A Cufa mato-grossense existe desde o ano de 2004 e começou suas atividades a partir de um grupo de jovens engajados com a mudança social, amadureceu e hoje tem diversos parceiros no âmbito privado, empresas e governo. Em Mato Grosso, está presente e atuante na capital Cuiabá, concentrando suas atividades no CECC e nos municípios de Colíder, Sinop, Peixoto de Azevedo, Guarantã do Norte, Rondonópolis e Itaúba. “Somos uma parcela da sociedade civil organizada, que trabalha de forma conjunta com outros movimentos sociais, sempre dialogando com as esferas públicas e privadas”.

Segundo Karina, outro fator fundamental para o crescimento da Cufa no estado foi à criação de redes políticas que proporcionam um trabalho coletivo, como o Núcleo Maria Maria. Trata-se de um movimento de mulheres que, além de construir um projeto coletivo e democrático dentro da instituição, tenta organizar os discursos das moradoras das favelas, sobretudo as jovens, para que elas possam se estimular e participar dos processos políticos de decisão e ocupação de espaço. “Há também a Frente de Desenvolvimento da Juventude das Periferias e Favelas brasileiras, que reúne pessoas engajadas com as lutas dos movimentos sociais e populares num debate ampliado”, completa Santiago.

 

PROJETOS – A Cufa de Cuiabá coordena as oficinas de Consciência Hip-Hop, tendo em vista o impacto social da cultura urbana. Segundo Karina Santiago, a cultura é elemento de estímulo para a educação formal tornando o ambiente escolar mais atrativo. Além das escolas, as atividades são realizadas nos centros comunitários das comunidades atendidas e no Centro Sócio Educativo Complexo Pomeri, onde adolescentes em conflito com a lei, que estão sujeitos a medidas socioeducativas, encontram nas oficinas do Consciência Hip Hop mais uma forma de expressão.

O projeto teve inicio do ano de 2005, e desde lá já atendeu mais 200 jovens diretamente.  Todo ano é realizado o “Festival Consciência Hip-Hop”, com shows, batalhas de break e rima, intervenção de graffiti entre outras manifestações da cultura hip-hop. É o maior evento da região Centro Oeste, que desde sua primeira edição já reuniu mais de 30 mil pessoas, entre artistas, produtores, jornalistas especializados, empresários e movimentos sociais e culturais. A instituição também realiza o Festival Calango, um dos principais eventos de artes integradas do Brasil que acontece há 10 anos em Cuiabá.

A entidade também é responsável pela Liga Internacional de Basquete de Rua (Liibra), que é uma atividade esportiva inspirada no Streetball e na cultura Hip Hop. A Cufa desenvolve oficinas e o maior campeonato de basquete de rua do estado de Mato Grosso. Há cinco anos, já atendeu mais de 700 jovens esportistas. E projeto Pixaim é outra ação da Central, que estimula o empreendedorismo feminino e valorização da mulher negra. As ações tiveram inicio no ano de 2009, onde eram ministradas oficinas de leitura. Em 2010, o projeto atendeu 868 adolescentes em oficinas de leitura, 528 adolescentes e jovens atendidas na oficina de trança e penteado afro e mais de 10 mil expectadores na peça de Teatro Cabelo Ruim.

Já o projeto “Sericufa” busca executar ações dentro do Centro de Ressocialização para menores em conflito com a lei Complexo Pomeri e no Centro Esportivo Cultural da Cufa, com oficinas técnicas de silkagem, sendo que, hoje, sem uma parceria fixa, o projeto atende em média 10 jovens ao mês. Junto com o Instituto Centro Vida no ano de 2008, foram capacitadas 20 mulheres de baixa renda no Bairro Jardim Vitória. Em 2009, junto com o Sebrae e o grupo religioso Aliança mais 50 pessoas receberam a capacitação, que integra a estratégia de Desenvolvimento Regional Sustentável ( DRS) do Banco do Brasil e junto com demais parceiros busca a implementação de ações no campo da serigrafia e geração de renda para jovens que vivem em situação de risco social.

Para garantir a inserção das comunidades com dificuldades de acesso à cultura, a Cufa criou o projeto Fuzuê com base em uma proposta elaborada de aprendizado e apreciação de contos por meio da narrativa oral cênica, da leitura dramatizada e de técnicas básicas de encenação teatral. Hoje, são atendidas 46 crianças de 3 a 4 anos da creche Laís Amicucci, com a oficina Trançando Histórias e profissionais da rede municipal e Educação, bem como pessoas da comunidade.

Com base no conceito da Economia Solidária, há também o projeto “BANCO ACESSO É”, que visa apresentar alternativas para o fortalecimento da economia local, ou seja, da localidade onde atua, região do Osmar Cabral. A iniciativa tem o respaldo olvido pelo projeto de Fomento de Bancos Comunitários da Região Centro Oeste, ação executada pela Associação Ateliê de Ideias e patrocinada pela Secretaria Nacional da Economia Solidária do Ministério do Trabalho. Já oFavela Digital é oportuniza a formação de crianças, jovens e adolescentes para o mundo digital, desde tecnologias voltadas para hardware, software e infraestrutura de redes, montagem e manutenção de telecentros populares.

Mais Informações:
Assessoria de Imprensa da Presidência
Fones: 3313-6568/9207-4500/9952-1211


Read Full Post »

A leitura é uma das ferramentas de transformação social

Por Ederson Déka

Leitura em grupo

Mais fotos:http://www.flickr.com/photos/fuzuecufa2/

O brasileiro lê no máximo 40 páginas por ano, ou seja, talvez nem chegue a ler um livro completo, pensando nisso o Projeto Fuzuê está incentivando a leitura na sua oficina “O Teatro na Escola Através da Contação de História”, que está acontecendo todos os sábados no CECC (Centro Esportivo e Cultural CUFA), bairro São João Del Rei, as oficinas tiveram início no último dia 6 de agosto e vão até novembro.

Textos trabalhados no último dia 13 de agosto

Para fortalecer este incentivo o Projeto está lançando a campanha: #Lei1paginapordia. O objetivo é provocar não somente professores ou educadores sobre a importância da leitura, que por sinal não estão lendo, mas sim toda a sociedade, pois se lermos uma página por dia estaremos lendo 365 páginas em um ano, isso significa quase dez vezes mais do que nós brasileiros lemos.

Faça uso das suas redes virtuais e presenciais, não se esqueça de usar  no Twitter a hastag: #Lei1paginapordia

Mande para nós sugestões de leitura e experiências, vamos provocar e promover a leitura,a começar por nossas redes.

Projeto Fuzuê

 

Projeto Fuzuê foi apreciado e aprovado pelo Edital do Programa Mais Cultura de Apoio a Micropojetos voltado para municípios integrantes da Amazônia Legal e é executado em conjunto pela Secretaria de Articulação Institucional (SAL/Minc) e a Fundação Nacional das Artes (Funarte/Minc), com parceria do Banco da Amazônia (BASA) e Governo Estadual de Mato Grosso, que beneficiará jovens entre 17 e 29 anos,conta também com  o apoio da Secretaria Municipal de Educação ( SME).

Mais informações: 9236-9763

Read Full Post »

Older Posts »